terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Certificação Linux Foundation System Administrator

Bom dia, pessoal!

     Pra quem pensa em obter uma certificação Linux, essa é uma boa e conceituada. 
Gostaria de vos apresentar as certificações da Linux Foundation. Esta é uma instituição sem fins lucrativos. Fundada em 2007 pela fusão dos Open Source Development Labs (OSDL) e do Free Standards Group (FSG), a Linux Foundation patrocina o trabalho do criador do Linux, Linus Torvalds, e é suportado pelas principais empresas de Linux e Open Source e desenvolvedores de todo o mundo.

     Existem dois níveis de certificação, a para System Administrator (LFCS) e a para Engineer (LFCE). Elas são provas práticas, semelhantes ao que passamos em nosso dia a dia de administrador de ambientes Linux e de suporte e criação de serviços. Os conteúdos são bem semelhantes aos da LPIC 1 e 2, porém ratifico que são práticas, vocês têm que colocar a mão na massa. Não adianta somente estudar a teoria, é interessante que se instale máquinas virtuais de uma das distribuições Linux que a prova oferece, que são o OpenSuse, o CentOS e o Ubuntu Server, os quais você pode escolher um para fazer seu exame. Caso tenha escolhido um, mas não está se sentido seguro para fazer a prova, pode trocar de distro até três dias antes da prova.

      Os exames custam U$300 cada. Eu acho caro, mas se comparar com a LPI, ainda sai mais barato, pois na LPI são duas provas por U$180 cada. Sem contar que você deve se deslocar para um centro credenciado da VUE ou Prometric. Nas certificações da Linux Foundation você faz a prova em casa. Mas para isso existe alguns pré-requisitos, como dar permissão de monitoramento da sua Web Cam, e sua tela, você não pode falar com ninguém, não pode ficar atrás de uma janela, entre outros. No Guia de Preparação para a Certificação tem explicando tudo isso.

     Um detalhe é que a prova é em inglês, ainda não existe opção de idiomas, somente inglês. Por isso aconselho a quem for fazer que tenha uma base, pelo menos técnica de leitura e escrito, pois é preciso falar (escrever, pouco) por chat com o avaliador.

     A prova tem duração de 2h e a nota mínima para passar é de 65%.

     A Linux Foundation não deixar comentar sobre a prova, essa é uma cláusula do contrato. Mas os conteúdos não são difíceis de encontrar. O blog TecMint, através de um de seus contribuidores, Gabriel Cánepa, destrinchou cada assunto abordado na prova de certificação sysadmin - LFCS. Esse guia está dividido em 10 partes e vale muito a pena estudar por ele. Eu fiz minha revisão estudando por cada assunto do blog que estava disponível na época, não eram todos, mas serviu. Segue o link -->>> http://www.tecmint.com/sed-command-to-create-edit-and-manipulate-files-in-linux/
O Gabriel ainda está elaborando sobre os conteúdos da LFCE --->> http://www.tecmint.com/installing-network-services-and-configuring-services-at-system-boot/

Espero que tenham tirado suas dúvidas a respeito desses novos exames de certificação Linux, os quais vale a pena. Estou satisfeito por ser um Linux Foundation System Administrator - LFCS. E agora estou me preparando para a LFCE, se Deus quiser em janeiro/fevereiro obtenho a minha.

Um grande abraço e qualquer dúvida estou a disposição!